Top 6 filmes que todo profissional de marketing digital deveria assistir (e refletir sobre)

Assim como toda forma de arte, o cinema busca levar o espectador à reflexão. A lista abaixo não mostra filmes que ensinam sobre marketing e nem que falam diretamente sobre o assunto, mas são produções que provocam a reflexão e que podem ajudar o profissional de marketing a desenvolver estratégias e a ter uma visão crítica sobre o meio.

1 – O Jogo da Imitação (Direção Morten Tyldum, ano 2014, duração 1h 54min)

Entender códigos e linguagens também é uma característica importante para o profissional de marketing. A internet é feita de códigos, as pessoas também se comunicam através de um código, que é a linguagem, e a todo momento criam novas formas de expressar suas ideias e dar novos significados às antigas. O Jogo da Imitação conta a história de Alan Turing, estudante que foi recrutado pela agência de inteligência britânica, criou a máquina que decodificou mensagens alemãs durante a guerra, e acabou sendo o responsável pela criação do primeiro computador. O filme concorreu ao Oscar e está disponível na Netflix!

2 – Her (Direção Spike Jonze, ano 2013, duração 2h 6min)

Para um profissional de marketing digital, pensar na fluidez das relações e nos avanços tecnológicos é algo muito importante. A todo momento surgem inovações e atualizações em redes sociais, softwares e sistemas operacionais, e isso acaba transformando a forma com que as pessoas se relacionam através desses meios. Por exemplo, a última grande mudança do Facebook, o “stories”, trouxe mudanças na maneira que os usuários se comunicam porque o sistema de postagem é diferente. No filme Her, Theodore (Joaquin Phoenix) se apaixona por um sistema operacional de computador e tenta a todo momento fazer a relação com um ser tão fluido e impalpável funcionar. Her vale a pena ser assistido não só pela temática curiosa, mas também pela atuação de Joaquin e Scarlett Johansson (sistema operacional Samantha). Também disponível na Netflix!

3 – O Show de Truman (Direção Peter Weir, ano 1998, duração 1h 43min)

Redes sociais são a vitrine da vida. Essa afirmação já nem surpreende mais, como foi há algum tempo. Aquilo que espantava era o fato de qualquer um estar exposto, qualquer um ter status de famoso. No final dos anos 90, os reality show surgiram justamente com essa proposta: exibir a vida de pessoas desconhecidas. O Show de Truman mostra justamente o cotidiano de Truman (Jim Carrey): um pacato vendedor de seguros com uma vida simples. Entretanto, o personagem vive em um mundo inventado, cercado por câmeras que acompanham sua vida em tempo real, desde o primeiro segundo de existência, ideia semelhante à alimentação constante das redes sociais. O clássico venceu inúmeros prêmios e também está no catálogo da Netflix!

4- About time (Direção Richard Curtis, ano 2013, duração 2h 4min)

Os homens da família de Tim Lake (Domhnall Gleeson) tem um dom especial: conseguem viajar pelo tempo. Quem nunca desejou poder voltar as horas, os meses ou os anos para mudar escolhas? Pois é! About Time traz a fluidez do tempo imersa no cenário de uma comédia romântica. Um post simples em uma rede social pode viralizar em segundos e até se tornar um meme se algo estiver errado. Mesmo a correção imediata se torna ineficaz com a velocidade que tudo se propaga na rede. O conceito de tempo hoje é tão fluido quanto o próprio tempo. About Time traz isso de forma leve e discreta, fazendo pensar no tempo e nas paixões. 

5 – Metropolis (Direção Fritz Lang, ano 1927, duração 2h 33min)

Metropolis, além das questões políticas, apresenta uma metáfora sobre espaços fragmentados, que seria a do mundo dividido em 3 setores. Nesse filme, a máquina é um instrumento de segregação, e os trabalhadores, todos uniformizados e cabisbaixos, alimentam o equipamento que enriquece cada vez mais seus donos. Ter a máquina dá poder. Pensar o filme como uma metáfora para as tecnologias e para o poder que deter o conhecimento necessário para a criação das mesmas pode te ajudar a entender o meio em que está inserido. Muito tem se falado sobre o povo estar no mesmo patamar das grandes produtoras de conteúdo, mas a internet não é um território neutro. Vale a reflexão!

6 – O Círculo (Direção James Ponsoldt, ano 2017, duração 1h 50min)

Em O círculo, o apagamento das fronteiras entre público e privado é discutido a partir de um dilema moral da personagem principal, Mae Holland (Emma Watson), quando a empresa para qual trabalha a coloca no desenvolvimento de um projeto que capta fotos, vídeos e conversas dos usuários. A privacidade na web é explorada há anos, assim como os poderes dos grandes donos da rede. A quem pertence o conteúdo da internet? Questões como essa devem ser pensadas por todos, mas também por quem utiliza a internet como forma de trabalho!

 

Curtiu nossa lista? Se quiser ler outras listas sobre outros temas, entre em nosso Blog!

Gosta de marketing digital? Veja nossos Ebooks e aprenda mais!

 

2 comentários sobre “Top 6 filmes que todo profissional de marketing digital deveria assistir (e refletir sobre)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s