Lojinha da Doninha: amor em forma de cadernos

lojinha da doninha

Yara Neves (24) e Mônica Olender (42) têm muito em comum: são arquitetas e urbanistas, moram juntas em Salvador (BA) e são sócias na Lojinha da Doninha. O empreendimento vende todo o tipo de “fofurice”, entre caderninhos, sketchbooks, bloquinhos de anotação, chaveiros e produtos feitos à mão. “Recebemos as encomendas com as características do produto desejado e confeccionamos bem personalizado. As encomendas são feitas pelo Facebook, Instagram ou pessoalmente”, conta Yara.

Quando Yara e Mônica se mudaram de Juiz de Fora (MG) para a Bahia para fazerem mestrado e doutorado, respectivamente, a primeira passou um pouco de aperto financeiro e teve a ideia de fazer caderninhos para vender aos colegas da faculdade. “Na arquitetura, a galera curte muito essas coisas e tem uma saída considerável. Os primeiros caderninhos que fiz de teste foram para dar de aniversário para a Mônica, pois não tinha grana para comprar um presente e queria testar minha habilidade também. Deu certo, eu os fotografei e criei a página do Facebook”, lembra Yara. Ela usava a rede para divulgar nos grupos da faculdade e algumas encomendas foram surgindo. A medida que vendia os caderninhos, colocava mais fotos na fanpage para gerar mais pedidos.

No início, como dividiam o apartamento, Yara fala que Mônica foi a grande incentivadora e a maior cliente, encomendando muitos produtos para presentear outras pessoas. Ao mesmo tempo, Mônica se encantou com o trabalho de costura e começou a ajudar com os pedidos, como narra Yara: “em abril, quando estivemos em MG, ela deu início a um curso de corte e costura. Logo depois, não teve jeito, virou minha parceira na Lojinha. A Lojinha é das duas agora. Na verdade, sempre foi, mas agora é oficialmente”.

“Colocamos mesmo muito amor e carinho e ficamos felizes das pessoas sentirem isso. A Lojinha da Doninha é um espaço em nossas vidas que faz a gente muito feliz”

A arquiteta acredita que o trabalho na Doninha tem a ver com sua área de atuação, a arquitetura, já que os trabalhos manuais e o desenho sempre estiveram presentes no seu dia a dia. Conciliar a produção de caderninhos com os estudos, às vezes, é complicado: “acumulam artigos para serem escritos e encomendas a serem costuradas, fica difícil”. Entretanto, Yara defende que é preciso ter paciência para “ver a coisa acontecer. Plantar sementinhas e aguar para crescer e espalhar. Boca a boca é fundamental para quem tem uma venda informal assim, então se quer muita encomenda, divulgue”.

Além da divulgação feita pessoalmente, as empreendedoras mantêm a página no Facebook e um perfil no Instagram, o que acaba gerando muitos pedidos. As duas se preocupam com a qualidade da imagem e o texto que acompanha a postagem para chamar a atenção do usuário, conforme afirma Yara: “colocamos muitas hashtags relacionadas para impulsionar a publicação e mais gente ter acesso, e compartilhamos em nossos perfis privados e pedimos ajuda dos amigos (temos muito apoiadores). As redes sociais são fundamentais”.

Ambas querem continuar com a Lojinha da Doninha, e, quando voltarem para Minas Gerais, fazerem parcerias com outras amigas que desenvolvem produtos diferentes. O empreendimento não é a fonte principal de renda, então, é um complemento no final do mês. “A lojinha nasceu de uma necessidade de gerar uma graninha extra para não sobrar mês no fim da grana”, brinca Yara. Porém, a Doninha “acabou se tornando algo que deixa a vida da gente melhor. Além de transformar costurinhas e caderninhos em grandes sorrisos. As pessoas sempre dizem que dá pra sentir o amor e carinho que colocamos em cada produto. Isso não tem preço, esse retorno é muito bom. Colocamos mesmo muito amor e carinho e ficamos felizes das pessoas sentirem isso. A Lojinha da Doninha é um espaço em nossas vidas que faz a gente muito feliz”.

 

Se inspirou por essa história? Conhece alguém que tem seu próprio negócio e tem vontade de contar sua trajetória? Fale com a gente! Estamos no Facebook e também no Instagram! Você tem vontade de empreender também? Acompanhe os nossos personagens semanais: a série continua na próxima terça-feira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s